Sapinho em Bebê – Quais os Sintomas? Tratamento Caseiro e Prevenção!

Manchinhas branca dentro da boca ou avermelhadas ou pequeninas lesões? Esses são alguns dos sintomas da doença conhecida como sapinho. A doença é muito comum em bebês e não se trata de nada grave, embora deva ser tratada.

Saiba mais sobre a candidíase oral (termo médico) sobre esse incômodo problema, que atinge os lábios e a pele seus arredores.

O que é Sapinho?

O sapinho é o nome popular da candidíase oral. Além de deixar uma aparência muito feia na região dos lábios, o sapinho costuma causar bastante desconfortos à pessoa.

O sapinho se trata de uma infecção ocasionada por fungos, que a atinge os lábios e a pele que os contorna. Ao contrário do que muita gente pensa, o problema não é contagioso.


Além disso, o tratamento da candidíase oral costuma ser simples e breve. Em geral, são adotados remédios antifúngicos. No entanto, o mais aconselhável é evitar o sapinho, principalmente nos bebês e em recém-nascidos – que são mais susceptíveis a desenvolver a candidíase oral.

Como se pega sapinho?

Variadas situações podem desencadear a candidíase oral em alguém. A evolução do problema está associado diretamente a situações que alteram as condições químicas bucais internas, que facilitam que o fungo se prolifere pela região. Entre as principais causas do sapinho estão:

  • Higiene insuficiente da boca
  • Tabagismo
  • Uso prolongado de medicamentos do tipo corticosteroide
  • Uso de próteses ou dentaduras mal adaptadas
  • Uso de alguns tipos de antibióticos
  • Pessoas que fazem tratamento de radioterapia ou quimioterapia

Percebe-se que a candidíase oral atinge, mais comumente, algum grupo de pessoas. Um deles são os bebês e os recém-nascidos – devido a imunidade ainda em formação e impossibilidade de fazer a higiene completa da boca. Também são relatados mais casos de sapinhos em grupos de pessoas que são usuárias de drogas, idosos, pessoas com má qualidade de alimentação, fumantes, entre outras.

bebê com sapínho

Quais os sintomas?

A candidíase oral, apesar de não ser um problema grave, causa sintomas bem incômodos à pessoa afetada. Os principais sintomas do sapinho são:

  • Manchas esbranquiçadas ou avermelhadas nas paredes bucais
  • Lesões pequeninas nos cantos dos lábios
  • Língua com coloração esbranquiçada
  • Mucosa da boca inflamada, ficando vermelha e seca.
  • Dificuldade para engolir alimentos ou mesmo a própria  saliva
  • Dores ao redor da boca
  • Surgimento de dor de garganta
  • Sensação constante de boca seca
  • Alterações no paladar
  • Gosto e sensações anormais na boca
  • Mau hálito
  • Aparecimento de fissuras no lábios

Cuidados com Sapinho em bebê

Os bebês, como já mencionado, tratam-se de uma população de risco para o surgimento da candidíase oral. Isso devido ao sistema imunológico dos pequenos ainda estar se fortalecendo. Além disso, por mais que os pais de dediquem, é praticamente impossível manter a cavidade bucal dos pequenos totalmente limpa.

Então, além de tentar limpar a boca do bebê o máximo que der, procure manter sempre o ambiente bem arejado – pois locais sufocados tendem a formar um ambiente perfeito para o ataque de fungos. Também nunca use fraldas úmidas em qualquer parte do corpo da criança – isso facilita o desenvolvimento e a proliferação de fungos, podendo causar o sapinho.

E caso o bebê seja acometido pelo problema, não tente passar nenhuma pomada para melhorar o problema. Leve a criança à um médico pediatra. Em geral, o tratamento é simples e o problema será curado em alguns dias.

Principais tratamentos caseiros

Para auxiliar na cura da candidíase oral, existem uma série de tratamentos caseiros que ajudam dar fim ao problema. Também são ótimas opções para aliviar os sintomas da candidíase oral, como dor e sensação de ressecamento na região.

Mas, vale ressaltar, que esses tratamento caseiros devem ser aplicados para ajudar no tratamento do sapinho. As receitinhas ensinadas não substituem a orientação médica.

Então, entre os tratamentos caseiros da candidíase oral para aliviar os sintomas estão:

  • O sumo da babosa, que deve ser extraído da parte mais gordinha da folha é um excelente aliado para ajudar a matar as bactérias que causaram o sapinho. Coloque um pouco do extrato dessa planta nas áreas afetadas e deixe agir por cerca de 1 hora.
  • Quase íamos esquecendo, mas sempre higiene a boca muito bem antes de passar qualquer tratamento caseiro contra a candidíase oral.
  • Outra opção é a Violeta de genciana, que costuma aliviar muito os sintomas incômodos do sapinho, além de tratar a inflamação. Passe um pouco dela nos locais afetados, cerca de 3 vezes ao dia.
  • Mantenha a boca sempre limpa. Além da higiene normal, você pode fazer um bochecho com uma colher de chá de  bicarbonato de sódio e cerca de uma xícara de chá de água limpa. Seque a boca com uma gaze ao invés de toalha, para não ficarem fiados grudados na inflação.

Outros tratamentos caseiros para o sapinho

  • Gargarejos com sal também são eficientes para ajudar no tratamento do sapinho. Prepare uma solução com uma colher de chá de sal em uma xícara de chá de água limpa e morna, Faça gargarejos de cerca de 2 minutos, de 3 a 4 vezes ao dia.
  • Folhas ou Folhes de poejo também ajudam. Providencie uma colher de sopa de folhas ou de flores de poejo e misture em uma xícara de chá de água limpa. Leve a mistura ao fogo deixando ferver por cerca de 5 minutos. Depois tampe a infusão por mais 10 minutos, para apurar. Em seguida, coe a infusão. Com o auxilio de um algodão ou gaze, passe a infusão nas áreas doentes. Repita a operação 3 vezes ao dia.
  • O alho também é um excelente antibiótico e antifúngico natural e pode ajudar a impedir a proliferação dos fungos que causaram o sapinho. Para se beneficiar dele, coloque um dente de alho na boca e mantenha-o por cerca de 30 minutos. Faça isso cerca de 3 vezes ao dia.

Tratamento para Sapinho na boca de bebê

criança com sapinho

Bebês têm mania de colocar tudo na boca. Esse é o principal motivo das crianças pequenas contraírem o sapinho.

Se seu filho vem demonstrando sintomas da candidíase oral, não use por conta própria nenhuma medicação. Leve a criança ao pediatra. Isso porque alguns remédios podem ser contraindicados para crianças, causando problemas ao seu filho.

Após o exame clínico e o dignóstico da candidíase oral, o médico pediatra indicará o tratamento. O tratamento geralmente é simples e a cura rápida. O médico, possivelmente, irá prescrever uma pomada antifúngica para ser aplicada nas regiões afetadas. Poderá ainda indicar medicamentos de via oral – embora seja raro.

Siga corretamente o tratamento, principalmente, em relação ao tempo de duração. Alguns pais param precocemente o tratamento quando a aparência da boca do bebê volta ao normal, fazendo que a doença volte depois, geralmente, de forma mais intensa.

Como se prevenir?

Embora, como já mencionado, o sapinho não seja uma doença grave e é de fácil e rápido tratamento, o melhor é sempre a prevenção. Veja algumas medidas que você pode tomar para evitar o problema:

  • Usuários de próteses dentárias ou dentaduras devem sempre limpar o acessório com frequência, para evitar o desenvolvimento e a proliferação de fungos
  • Pessoas em tratamento a longo prazo com medicações à base de corticosteroides podem desenvolver o sapinho. Nesses casos, tome medidas que reforce a sua imunidade, como uma alimentação saudável e mais nutritiva do que a habitual.
  • Corticoides usados para tratamentos de alergias, usados em forma de spray, por exemplo, pode facilitar o aparecimento do sapinho. Assim, após usar esses medicamentos, higienize completamente a boca. Entre essas medicações estão: Flovent, Serevent, Atrovent, entre outros.
  • Sempre mantenha bons hábitos de higiene bucal. Isso inclui visitar regularmente um dentista.
  • Micoses vaginais podem causar sapinhos também. Atente se aparecerem sintomas na boca, para tratá-los.

 

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *