Sangramento na Gravidez – Como é o Sangramento? É Normal? Causas

Durante uma gestação ocorrem uma série de mudanças no copo da mulher e muitas vezes fica difícil entender o que é normal e o que deve ser um motivo de preocupação, tal como o sangramento na gravidez, que pode ou não se um motivo de alerta.

Então, para saber um pouco mais sobre o assunto, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre. Vamos lá?!

É normal ter sangramento na gravidez?

O sangramento vaginal durante a gravidez é um problema que tende a ser bastante comum, mas que merece a devida atenção, sendo necessária a avaliação de um médico para eliminar a possibilidade de problemas.

O sangramento na gravidez pode acontecer por meio de ligeiras perdas de sangue amarronzado ou rosado escuro ou vermelho que acontecem em decorrência da das alterações hormonais.


Portanto, sim, é normal ter sangramento na gravidez, mas é importante sempre contar com a avaliação de um médico a fim de descartar a possibilidade problemas mais sérios.

Sangramento na Gravidez é normal

O que causa sangramento na gravidez?

Primeiro trimestre

O sangramento durante o primeiro trimestre de gestação é algo comum, especialmente quando ocorre 15 dias depois da fecundação e, nessa situação, tende a ser um sangue de coloração rosada, que dura cerca de 2 dias e causa cólicas como a de menstruação.

Esse processo é chamado nidação e muitas mulheres ainda não sabem que estão gravidas, confundindo o sangramento com a menstruação.

No decorrer das 12 primeiras semanas de gestação, o risco de um aborto ou de uma gravidez ectópica é maior, por isso é sempre importante procurar um médico caso o sangramento seja intenso ou venha acompanhado de dores e coágulos.

Segundo trimestre

Durante o segundo trimestre, que é o período entre o 4º e o 6º mês de gestação, ou seja, se inicia na 13ª semana e se estende até a 24ª, o sangramento pode ser indício de um aborto espontâneo e por isso é essencial contar com um acompanhamento médico imediatamente.

Sangramento na Gravidez causas

Terceiro trimestre

Já durante o terceiro trimestre de gestação, o sangramento pode estar sendo causado por um problema mais sério e grave, tal como um descolamento da placenta ou a placenta prévia.

Além disso, algumas gestantes ainda apresentam um sangramento leve que ocorre mais para o fim da gestação, que é decorrente da saída do tampão mucoso, indicando que o trabalho de parto se aproxima e nesse caso, não há motivos para preocupação.

No entanto, o mais indicado é que a qualquer sinal de sangramento na gravidez quando estiver no terceiro trimestre, a mulher procure imediatamente o serviço de atendimento, avisando também ao obstetra responsável por seu acompanhamento.

Nessa fase da gravidez o sangramento após o contato íntimo se torna mais frequente visto que o canal de parto está mais sensível. Nessa situação a procura pelo serviço médico só deve ser feita se o sangramento tiver duração de mais de 1 hora.

Diagnóstico

O sangramento na gravidez pode sempre ser um sinal de problema e por isso é sempre importante contar com o apoio médico. Então. Ao perceber qualquer tipo de sangramento, é interessante que a mulher verifique as suas características, tais como a quantidade e aspecto.

Vale lembrar ainda que enquanto durar o sangramento, a mulher deve evitar a prática de sexo, não devendo fazer uso de absorventes internos nem praticar corrida e exercícios intensos.

Informe também se alguma ultrassonografia já foi feita, a fim de averiguar a placenta e descartar a possibilidade de uma gravidez ectópica.

Na consulta com o médico, a grávida deve descrever o ocorrido e o profissional certamente fará algum exame clínico, como o de pressão cardíaca, ou solicitará a realização de algum exame complementar, tal como análise do abdome, a fim de dar um diagnóstico preciso.

O médico ainda fará a análise da região anal e da vulva, descartando a possibilidade de lesões que possam estar ocasionando o tal sangramento.

Ainda pode ser realizada uma ultrassonografia transvaginal, caso seja necessário para um diagnostico preciso.

O sangramento na gravidez indica algum risco grave?

Dependendo do tipo de sangramento e a fase da gestação, sim, essa perda de sangue pode indicar alguma condição mais grave, como um descolamento de placenta. No entanto, de uma maneira geral, podem ocorrer sangramentos que não são importantes e não significar um problema.

Tratamento para o sangramento

Sangramento na Gravidez

O tratamento empregado no sangramento vaginal vai depender diretamente do que está causando o problema. Lembrando que em alguns casos, sequer existe um tratamento específico.

Se o sangramento não tiver uma causa aparente, o exame clinico e a ultrassonografia já terão descartado problemas sérios. E tal como surge de forma espontânea, desaparece da mesma maneira.

Nos casos de reprodução assistida, podem ocorrer sangramentos decorrentes da implantação dos óvulos. Que estão fecundados no útero, bem como lesões na vulva, vagina e como do útero decorrentes disso.

Já em uma gestação ectópica, pode ser necessária a realização de uma cirurgia de emergência. Ou, em outros casos, somente a observação da paciente já é o suficiente.

Nos casos de ameaça de aborto é preciso atenção, pois muitas vezes o tratamento é somente repouso, que são suficientes.

Pergunta dos leitores

Sangramento na gravidez dura quantos dias?

Quando o sangramento na gravidez acontece logo no início, normalmente ele é decorrente do processo de nidação. Que é algo comum que pode durar de 2 a 3 dias. No entanto, outros tipos de sangramento, em outros momentos da gestação devem sempre ser observados com atenção. E contar com o acompanhamento médico.

É normal ter sangramento na gravidez após relação?

Segundo especialistas, é mais comum que haja sangramento depois da relação sexual durante o primeiro trimestre da gravidez. No entanto esse sangramento vaginal pós ato sexual pode acontecer em todas as fases da gestação. Por causa de alterações fisiológicas sofridas pelo corpo, tais como:

  • O aumento da vascularização do útero
  • Amolecimento do colo do útero
  • Infecções que podem ser ocasionadas por DSTs
  • Traumas gerados por movimentação brusca.

É considerado normal um sangramento que acontece durante ou logo após a relação sexual. Que tenha cor vermelha e não seja em abundância. No entanto, todo sangramento na gravidez deve sempre ser investigado e quando as características fogem do que é considerado normal. Comumente indicam uma maior gravidade.

Isso quer dizer que sangramentos em grande quantidade, por um período prolongado ou acompanhados de bolhas. Debre, corrimento, gânglios aumentados, por exemplo, não devem ser considerados normais.

Sangramento na Gravidez é normal

O que pode ser sangramento marrom na gravidez?

Um corrimento ou sangramento de cor amarronzada na gestação pode ser decorrência do processo de nidação. Que é quando o óvulo fecundado se implanta no útero. No entanto, esse sangramento na gravidez também pode significar:

  • Sangramento por esforço físico
  • Risco de aborto
  • Infecção do colo do útero
  • Atrofia da vagina
  • Gravidez ectópica

O que pode ser sangramento na gravidez com cólicas?

Todo e qualquer sangramento na gestação deve ser avaliado por um profissional. E quando ele vem acompanhado de dores e cólicas maior é a possibilidade da ocorrência de algo grave. Podendo ser uma série de problemas diferentes.

Sendo assim, o sangramento na gravidez sempre deve receber atenção e ser devidamente acompanhado. Para descartar a possibilidade de problemas para o desenvolvimento da gestação.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *