O Que é Prolactina? Engorda ou Emagrece? Onde Fazer o Exame?


Ao longo de nossa vida, o nosso corpo vai passando por uma série de transformações. Nas mulheres, essas transformações acontecem em maior intensidade quando elas estão grávidas. Além das emoções, que ficam à flor da pele, ainda tem muita coisa acontecendo no interior do nosso corpo. Uma dessas transformações acontece quando a mulher ganha o seu bebê. Para amamentá-lo ela terá à sua disposição o seu próprio leite. Mas, como o corpo sabe que já pode liberar o leite para a criança? O corpo recebe um sinal de que a hora chegou e, então, começa a produzir o leite. Isso acontece por meio de um hormônio presente em nosso corpo: a prolactina.

O que é Prolactina?

O nosso corpo possui uma série de hormônios. E cada um tem a sua finalidade e sua importância. E a prolactina é um desses hormônios tão importantes. Ela é estimulada pela hipófise, uma glândula situada no cérebro. Essa glândula é responsável também por vários outros hormônios além da prolactina. Quando se trata da prolactina, ela é responsável por produzir o leite materno.

Após o parto, o corpo informa para a hipófise que o bebê já nasceu e o corpo recebe a informação que a amamentação já pode ter início. Pode ser que a hipófise também envie sinais para a produção da prolactina ainda que o parto ainda não tenha acontecido. A prolactina pode aparecer de um momento para outro no corpo da mulher. O aumento desse hormônio pode acontecer também em homens. No entanto, os efeitos do hormônio nos homens é diferente do que na mulher. O que causa o aumento da prolactina é:

mulher fazendo o teste da prolactina


  • Estimulação excessiva das mamas
  • Tumor no cérebro
  • Hipotireoidismo primário
  • Gravidez ou amamentação
  • Exercício físico intenso
  • Uso de alguns medicamentos
  • Cirurgia na cabeça, no tórax, ou traumatismos nessas regiões
  • Exposição da cabeça à radiação
  • Acúmulo de sono
  • Síndrome dos ovários policísticos
  • Estresse

O que significa Prolactina alta ou baixa?

  • Alta: também chamada de hiperprolactinemia, que é quando esse hormônio é encontrado em altas doses no sangue. Se isso acontecer, pode causar uma série de problemas, como tumores benignos na hipófise (que é a glândula pituitária), secura vaginal, infertilidade, diminuição da densidade mineral óssea, bloqueio da menstruação, sintomas da menopausa, diminuição do desejo sexual, osteoporose e líquido involuntário nas mamas. O que causa o aumento da prolactina geralmente, é o uso de alguns medicamentos que tenham algum efeito sobre a hipófise, como anti-hipertensivos, antipsicóticos, anticoncepcionais, ansiolíticos e antidepressivos. Assim como o estímulo excessivo das mamas e alguns fatores psicológicos também.
  • Baixa: ou hipoprolactinemia, como também é chamada, é a redução dos níveis do hormônio no sangue. Se a mulher estiver grávida ou em fase de amamentação, a redução dos níveis de prolactina podem atrapalhar o preparo das mamas e a produção de leite. Isso pode acontecer devido a uma doença chamada hipopituitarismo. Ela é caracterizada pela redução da secreção em um ou mais dos hormônios que a hipófise produz. O único problema relacionado com a diminuição dos níveis de prolactina é com relação ao aleitamento materno.

Valores de referência

Em mulheres que não estão grávidas e nem amamentando, o normal é abaixo de 25ng/mL. Já nos homens, o valor normal é abaixo de 20 ng/mL. Se os níveis estiverem acima de 100 ng/mL, pode indicar o uso de medicamentos, ou talvez microtumores. Se o valor for superior a 250 ng/mL, pode ser um sinal de um tumor maior.

Quais os sintomas quando está irregular?

Vejamos abaixo alguns sintomas que a prolactina alta pode causar nas mulheres:

  • Aumento do período entre uma menstruação e outra (Oligomenorreia)
  • Ausência de menstruação (Amenorreia)
  • Infertilidade
  • Perda da libido, ou desejo sexual
  • Liberação de leite em excesso ou em períodos fora da lactação (Galactorreia)
  • Dor durante a relação sexual (Dispareunia)

Em homens, os sintomas mais comuns são:

  • Perda da libido, ou apetite sexual
  • Infertilidade
  • Impotência sexual
  • Osteoporose
  • Diminuição da produção de testosterona
  • Aumento das mamas
  • Saída de leite pelas mamas
  • Diminuição da produção de espermatozoides

mulher alimentando o bebê

Prolactina alta engorda ou emagrece?

O aumento nos níveis da prolactina não provoca o aumento de peso. Caso aconteça, é importante consultar um médico para que ele possa identificar a causa do ganho de peso. A causa pode ser até mesmo o remédio que está usando, pois cada organismo reage de uma forma.

Onde fazer o exame de Prolactina?

A recomendação é realizar um exame quando os sintomas da prolactina causarem desconforto ou causar problemas para a vida da pessoa. Também para investigar possíveis causas de infertilidade. O exame pode ser feito em laboratórios de análises clínicas.

Pergunta dos leitores

Existe Prolactina no homem?

Sim. Nas mulheres, a função da prolactina é produzir o leite materno. No caso dos homens, dentre as suas funções, está a de relaxar o corpo depois que ele atinge o orgasmo. Pode acontecer, até mesmo, de sair leite no mamilo do homem no momento em que o médico pressiona a área mais escura.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *