Prisão de Ventre na Gravidez – O Que Fazer? É um Risco? Como Tratar?

Muitas pessoas sofrem de prisão de ventre, porém durante a gestação isso pode agravar ainda mais, por isso é necessário uma série de cuidados para que não aconteça a prisão de ventre na gravidez.

A prisão de ventre está associada à nossa fisiologia e estilo de vida que vai de acordo com o organismo de cada um, onde existem pessoas que podem evacuar 3 vezes por dia e outras 5 vezes por semana, porém o considerado normal é que pelo menos 1 vez ao dia a pessoa tenha que evacuar.

O considerado normal de 1 vez ao dia é devido as nossas necessidades naturais, como dormir, se alimentar, realizar higiene pessoal e nisso também entra em questão sobre a evacuação.

Prisão de ventre durante a gravidez

A prisão de ventre na gravidez pode estar relacionada à ansiedade da futura mamãe, afinal quando nos contemos por alguma coisa, nos privamos de fazer coisas naturais, onde também devido ao incomodo dependendo da quantidade de semanas da gravidez, a mãe pode acabar tentando regular o seu intestino justamente pelo desconforto em determinados períodos.


Uma das principais causas da prisão de ventre está associada ao fato da pessoa a prender a evacuação, isso acontece muito com pessoas que trabalham em locais que não podem abandonar o posto de trabalho com frequência e acaba viciando o intestino.

Como na gravidez a mãe deve ir ao banheiro com muita frequência, pois ocorre vontade de urinar, pode ser também que a evacuação acabe ficando em segundo plano, onde o psicológico da mulher apenas associa a vontade de ir ao banheiro para urinar e não evacuar.

Quando ficamos mais de 2 dias sem ir ao banheiro, principalmente na gestação, podemos sentir dificuldade em evacuar, quando isso ocorre fica uma sensação de evacuação incompleta, onde as fezes podem sair duras ou fracionadas.

Prisão de ventre na gravidez causas

Porque ocorre prisão de ventre na gravidez

A prisão de ventre pode ser um incômodo que dura por toda a gestação. Conforme os períodos da gravidez vão acontecendo, como no caso o crescimento da barriga, onde o útero dilata, acaba deixando o intestino comprimido e com isso é possível que a mulher tenha dificuldade em ir ao banheiro.

O aumento do hormônio progesterona, também dificulta a vontade de evacuar durante a gravidez, pois ele deixa o intestino preguiçoso, não funcionando de forma regulada como ocorre antes da gravidez.

A prisão de ventre também pode ocorrer na gravidez devido ao consumo de suplementos á base de ferro, que geralmente são indicados pelos médicos durante o primeiro trimestre de gestação, podendo prejudicar o relógio biológico do organismo.

Sintomas da prisão de ventre na gravidez

Os sintomas mais frequentes da prisão de ventre durante a gestação são:

Alteração no seu estilo de vida: Quando você descobre uma gravidez, você realiza diversas alterações do seu dia a dia, onde até mesmo hábitos comuns podem ser alterados, como a diminuição de esforços físicos e até mesmo as viagens e saídas e a mudança na alimentação, então todas essas alterações podem contribuir para enfatizar a constipação.

Hormônios:  Durante a gravidez a mulher vive tendo alterações hormonais. E isso pode causar uma série de dificuldades para evacuar. Pois os hormônios deixam o intestino funcionando de forma irregular.

Medicamentos: Como cada organismo reage diferente, pode ser que algum tipo de medicamento prejudique o bom funcionamento do seu organismo durante a gravidez.

Psicológico: Ansiedade, estresse e flutuação de emoções durante a gravidez também pode ser responsáveis pela prisão de ventre, por isso é bom evitar aborrecimentos para que você tenha uma gravidez tranquila.

O que fazer quando tiver prisão de ventre na gravidez

Apesar da prisão de ventre não ser associada a nenhum mal para o bebê. Mas ela pode causar uma série de incômodos. Que podem deixar a sua gravidez problemática.

Quando a gestante fica mais de 2 dias sem evacuar, o ideal é que a alimentação seja rica em fibras. Comendo pequenas porções de 3 em 3 horas e mastigando bem os alimentos antes de engoli-los. Para que o intestino seja reeducado.

Como tratar a prisão de ventre na gravidez

Frutas, verduras, legumes e produtos que contenham fibra ajudam a combater a prisão de ventre. A hidratação também é fundamental, onde a gestante deve ingerir no mínimo 2 litros de água durante o dia. E procurar atividades físicas que não causem dano para o bebê.

Evite o sedentarismo, afinal a gravidez não é uma doença, a não ser que ela seja de risco. E impossibilite você de continuar com as suas atividades diárias. Evite também frituras, pimenta, mostarda, excesso de doces e massas que contribuem durante a gestação para desregular o intestino.

Prisão de ventre na gravidez tratamento

Qual remédio tomar para prisão de ventre durante a gravidez

Existem diversos remédios caseiros e laxantes para a prisão de ventre. Porém o mais recomendado é procurar o seu obstetra. Para que ele receite algum medicamento que não cause dano para você e o seu bebê.

Pergunta dos leitores

A prisão de ventre pode se tornar alguma coisa grave?

Durante a gestação a mulher deve realizar evacuação diariamente ou no máximo em dias alternados. Onde menos do que isso já é um sinal de que o intestino está trabalhando indevidamente.

A prisão de ventre também pode causar hemorroida interna e externa. Justamente devido ao efeito compressivo e o ressecamento das fezes. Que faz com que a evacuação ocorra com mais força, podendo causar muita dor, mas não provoca dano ao bebê.

O ideal é que a gestante mude os seus hábitos ou utilize laxantes receitados. Isso para que a prisão de ventre não se torne um problema maior no futuro.

É normal ter prisão de ventre e gazes na gravidez?

É normal sim, pois durante a gravidez até mesmo quem tem maior frequência de ir ao banheiro. Pode acabar percebendo que essa vontade vai sendo diminuída. Isso porque a constipação (prisão de ventre) vai aumentando de acordo com o progresso da gestação. Podendo vir acompanhadas de excesso de gases também.

Pode tomar laxantes durante a gravidez?

Pode sim, porém o laxante deve ser receitado pelo seu médico.

Prisão de ventre na gravidez é um risco para o bebê?

A prisão de ventre não causa nenhum dano para o bebê.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *