Primeiros Sintomas de Gravidez – Quando Começa? O Que Fazer?

Quando a mulher está tentando engravidar ou descobre que está grávida, é muito comum ter dúvidas, especialmente sobro sobre os primeiros sintomas de gravidez.

Então, para saber mais sobre o assunto, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber. Vamos lá?!

Quando os primeiros sintomas de gravidez aparecem

Normalmente, o primeiro sinal de uma gestação é o atraso menstrual. No entanto, quando falamos em sintomas, podemos dizer que eles normalmente começar a aparecer por voltar da 5ª ou 6ª semana de gravidez.

Então, de uma forma mais ampla, a falta de menstruação é considerado o primeiro sintoma da gestação, mas depois desse, alguns outros sintomas podem aparecer, bem no início da gravides, tais como:


  • Vômitos
  • Náusea
  • Maior sensibilidade nas mamas
  • Cansaço
  • Aumento da frequência urinária

Obviamente que esses são apenas os sinais mais comuns que aparecem por volta da 5ª e 6ª semana, isso é, de 7 a 14 dias depois da data em que a menstruação era esperada.

Vale lembrar que algumas mulheres podem ser sintomas diferentes ou simplesmente não apresentarem sintomas, visto que depende da resposta de cada organismo.

primeiros sintomas de gravidez

Quais os primeiros sintomas de gravidez

Existem alguns quadros que podem ser considerados os primeiros sintomas de gravidez, que são bem comuns e se apresentam para praticamente todas as mulheres. Um deles é a ausência da menstruação, além de enjoos, vômitos, sensibilidade nas mamas e sensação de cansaço.

No entanto alguns outros sintomas também podem ocorrer, tais como:

Principais sintomas no inicio da gravidez

  • Corrimento vaginal rosa: assim que o óculo é fecundado ele vai até o útero para se fixar e quando esse processo que se chama nidação acontece, pode ser percebido um pouco de sangue juntamente com o corrimento normal. Esse sangramento é leve e dura uns 2 a 3 dias.
  • Inchaço abdominal e/ou cólica: após a fecundação do óvulo os hormônios começar a trabalhar para que a gravidez consiga avançar e isso pode levar a um desconforto ou sensação de cólica, também com a presença de inchaço.
  • Sensibilidade das mamas: é comum que, especialmente nas duas primeiras semanas da gestação, os seios fiquem um tanto mais sensíveis e isso ocorre pela atuação dor hormônios, deixando-os mais inchados e sensíveis.
  • Frequência urinária aumentada: a progesterona passa a ser produzida em maio quantidade, fazendo com que a mulher passe a ter mais vontade de fazer xixi.
  • Oleosidade na pele e espinhas: as alterações hormonais do início da gestação podem levar a um aumento da oleosidade de pele e, consequentemente, ao surgimento de espinhas. O uso de produtos específicos para controle pode ser bastante interessante.
  • Fadiga: especialmente nas duas primeiras semanas de gestação a mulher pode se sentir mais cansada por causa das alterações hormonais que acontecem e também à redução dos níveis sanguíneos de açúcar.
  • Salivação, enjoos e vômitos: os enjoos e vômitos matinais acontecem com muitas mulheres e podem ser considerados uns dos primeiros sintomas de gravidez, podendo durar por tempo indeterminado.

Outros sintomas:

  • Sono e tonturas: o sono fora de hora e as tonturas podem ocorrer por conta de quedas da pressão arterial, bem como da redução dos níveis sanguíneos de glicose e à má alimentação decorrente dos enjoos.
  • Dor de cabeça: tende a acontecer de forma moderada, mas persistente, sendo comum por causa das alterações hormonais.
  • Variações de humor: bem no início da podem ocorrer variações no humor da gestante sem que haja uma causa aparente. Assim, é comum que ela chore ou fique irritada com coisas que não causariam essas reações em outra situação.
  • Sensibilidade a cheiros fortes: embora possam ser cheiros agradáveis, como perfumes, muitas grávidas acabam vomitando com esses cheiros mais fortes, incluído de gasolina, produtos de limpeza e também cigarro.

Esses são os primeiros sintomas de gravidez que podem ser percebidos, já logo nas primeiras semanas e não são motivo de preocupação visto que o corpo está se adaptando e sofrendo muitas mudanças.

primeiros sintomas de gravidez espinha

As espinhas são um dos sintomas de gravidez

Como diferenciar primeiros sintomas de gravidez com atraso menstrual

O atraso da menstruação pode ser causado por diversas situações, tais como estresse, problemas emocionais mudança de peso, obesidade, doenças e, claro, gravidez.

No entanto, cada uma dessas condições, entre outras que existem, podem apresentar seus próprios sintomas, ou seja, embora a menstruação possa atrasar por diversos motivos, quando isso acontece por causa de uma gravidez os sintomas são claros.

Então, basta averiguar se o atraso da menstruação está acompanhado de alguns os primeiros sintomas de gravidez da lista que foi descrita acima e você já saberá como diferenciar um do outro.

No entanto, o mais aconselhável é sempre procurar a ajuda e a orientação de um médico para avaliar cada caso corretamente.

Gravidez x Período Fértil

Para diferenciar e entender melhor os primeiros sintomas de gravidez e período fértil, é preciso conhecer as duas situações um pouco melhor.

Isso porque ambos possuem sinais e sintomas bastante específicos, tal como o aumento da secreção vaginal que ocorre durante ovulação. Veja mais alguns sintomas do período fértil.

  • Aumento da temperatura corporal: os folículos atuam na liberação dos óvulos e isso faz com que aumente a quantidade de progesterona no organismo, aumentando então a temperatura corporal que deve ser verificada com o termômetro ao acordar e antes de sair da cama.
  • Secreção vaginal transparente: um dos primeiros sinais de que o período fértil está começando é a liberação de uma secreção vaginal semelhante a uma clara de ovo e é ele que ajuda na lubrificação vaginal.
  • Acne: o período de fertilidade feminino também é marcado pelo surgimento de acnes em decorrência de uma pele mais oleosa causada pela variação hormonal.
  • Dor no pé da barriga: no pico do período ovulatório a mulher pode sentir um tipo de cólica intermitente e suave.
  • Aumento do desejo sexual e da libido: nesse período a mulher tende a sentir-se mais atraente e com maior apetite sexual e isso acontece por causa da elevação dos níveis de hormônios.

Quando fazer o teste de gravidez

Os testes de gravidez de farmácia atuam detectando a presença do hormônio HCG na urina. E podem ser menos ou mais sensíveis, de acordo com o produto escolhido.

Dessa forma, os mais sensíveis conseguem detectar níveis de até 20 IU/l  do hormônio na urina. Enquanto outros só detectam a partir de 50 IU/l. Embora isso não seja uma regra, os testes mais sensíveis costumam ser os mais caros.

Sendo assim, é preciso pelo menos uns 12 dias de gestação até que o teste de farmácia consiga detectar o hormônio, ou seja, até que o atraso menstrual aconteça, considerando as opções mais sensíveis.

No entanto, o mais garantido mesmo é a realização do exame contando 1 dia a partir da data de atraso, isso é, uns 14 dias depois da ovulação.

Já no que diz respeito ao exame de sangue, o mesmo pode ser qualitativo ou quantitativo, sendo que o qualitativo apenas diz se é positivo ou negativo para uma gravidez, tal como o de farmácia.

Já o quantitativo revela a concentração do hormônio HCG no sangue e ambos consideram uma gravidez a partir de 25 IU/l de HCG no sangue.

Por isso, o melhor é esperar também até um dia depois da data em que a menstruação deveria ocorrer. Antes de fazer qualquer exame.

primeiros sintomas de gravidez mamas doloridas

Cuidados a se tomar

Ao perceber os primeiros sintomas de uma gestação. A primeira coisa que uma mulher deve fazer, claro, é procurar um médico ginecologista-obstetra. A fim de confirmar a gravidez e iniciar o seu pré-natal para ter uma gestação com um bom desenvolvimento.

O médico certamente irá fornecer uma série de orientações a respeito da mudança de hábitos. Coisa que a mulher terá que fazer. E isso pode variar de acordo com cada caso. No entanto, existem alguns cuidados que toda mulher já pode ir tomando. Quando perceber os primeiros sintomas de gravidez, que são:

Principais cuidados

  • Esqueça a automedicação e não faça uso de antitérmicos ou analgésicos que não tenham sido recomendados pelo obstetra.
  • Mulheres que possuam patologias pré-existentes, tais como asma, diabetes, problemas vasculares e hipertensão. Elas devem buscar orientação para substituição ou regulação das doses dos medicamentos que estão utilizando para o controle desses problemas.
  • Os cosméticos e cremes dermatológicos que possuam ácidos, especialmente o retinóico. Não devem ser utilizados visto que podem ocasional malformação fetal.
  • Se expor ao Raio-X é outra atitude que deve ser evitada visto que pode ser bastante nocivo ao feto.
  • As mulheres que fumam devem fazer o possível para abandonar o vício ou diminuir o seu consumo. Ao máximo de 4 unidades de cigarro por dia.
  • O uso de bebidas alcoólicas e de outras drogas também deve ser interrompido. E o mesmo vale para o futuro pai se o casal for começar a tentar engravidar.
  • O consumo de cafeína também deve ser eliminado ou reduzido ao mínimo. Lembrando que ela pode ser encontrada em refrigerantes de cola, café, chocolates e também no chá preto.
  • Caso a mulher seja praticante de atividades físicas e esportes de alto impacto. É importante conversar com o obstetra para ter orientações mais adequadas. Sobre a diminuição do ritmo da prática, sobretudo no primeiro trimestre.
  • Além disso, ao perceber os primeiros sintomas de gravidez a mulher deve passar a se proteger da toxoplasmose. Evitando a ingestão de carnes cruas ou muito malpassadas. Além disso, é importante lavar muito bem e cuidadosamente os legumes e verduras.

Ainda é aconselhável o uso de luvas no manuseio de terra e de carnes cruas. Bem como na limpeza da caixinha de areia do gato.

Principais vitaminas a se tomar

Além desses cuidados, nada melhor do que cuidar muito bem da alimentação. E, claro, contar com substâncias que são essenciais para o desenvolvimento do feto e o bem-estar da mãe. Proporcionando uma gestação saudável.

Isso porque certas carências nutricionais da mulher podem acabar comprometendo o desenvolvimento do feto. E ela pode acontecer mesmo sem qualquer tipo de sintoma aparente.

Além disso, a suplementação com ácido fólico é imprescindível, especialmente no primeiro trimestre da gestação.

Então, veja algumas substâncias importantes para que a mulher possa alimentar a sua gestação desde os primeiros sintomas de gravidez:

  • Ácido fólico: atua evitando o defeito no fechamento do tubo neural do bebê (DFTN), que leva a problemas graves. Ele pode ser encontrado no brócolis, laranja, fígado bovino, repolho, espinafre e outros.
  • Vitamina B6: ajuda a prevenir enjoos e náuseas, bem como ainda atua contra a depressão. E pode ser encontrado em carne e fígado bovinos, banana e cereais integrais.
  • Vitaminas do complexo B: fonte de energia para a mãe essas vitaminas auxiliam no desenvolvimento cerebral. E neurológico do feto e podem ser encontradas em carne e fígado bovinos, banana e cereais integrais.
  • Cálcio: importante para a formação óssea pode ser encontrado em vegetais de cor verde-escuro, grãos e carnes.
  • Fibras: ajudam no funcionamento do intestino e podem ser encontradas em legumes, frutas, verduras e alimentos integrais.
  • Zinco e Ferro: ajudam no crescimento de desenvolvimento celular do feto. Mas devem ser ingeridas com moderação e são encontrados no leite, feijão e carnes.

Mais do que tudo é importante que a mulher converse com o médico. Procure orientação sobre suas atividades e busque adotar hábitos saudáveis sempre.

primeiros sintomas de gravidez ultrassom

Pergunta dos leitores

Os sintomas de gravidez mudam quando são de gêmeos?

De uma maneira geral, pode-se dizer que os primeiros sintomas de gravidez. Seja ela de gêmeos ou de apenas um bebê, são os mesmos.

No entanto, o que muda sim é a intensidade, visto que a gestação gemelar tende a apresentar sintomas mais intensos. E maisexagerados que os de uma gestação normal.

Isso acontece porque na gestação de múltiplos a quantidade de hormônios circulando no corpo são ainda mais elevadas. Tornando esses sintomas ainda mais intensos.

Quando devo realizar o primeiro ultrassom?

O ultrassom é um exame bastante importante. E um pré-natal prevê a realização de 3 ultrassonografias durante uma gestação, a fim de acompanhar o desenvolvimento do feto.

Embora esse exame possa ser realizar diversas vezes durante a gravidez. Não é indicado que ele seja realizado logo nas primeiras semanas. Visto que o desenvolvimento do feto e seus batimentos cardíacos podem não ser bem identificados, gerando uma preocupação.

Dessa forma, para quem irá realizar somente os 3 exames de ultrassom essenciais. O mais indicado é que o primeiro deles só seja realizado depois de completar 7 semanas.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre os primeiros sintomas de gravidez. Quais são, porque acontecem e como se desenvolvem.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *