Otite em Bebê – Quais as Causas? Quais os Sinomas? Como Tratar?

Nossos ouvidos são órgãos pequenos, porém com um formação extremamente complexa, além de muito sensíveis. O ouvido é a parte do organismo que capta os sons do ambiente e os levam até o cérebro, onde são interpretados. Algumas vezes, eles podem ser acometidos por doenças e uma mais comum delas é a otite.

O que é Otite?

Otite trata-se da infecção que acomete o ouvido. Os otites costumam gerar muita dor e incômodo no paciente.

Em geral, as crianças são mais susceptíveis a apresentar otite do que os adultos. Porém, em qualquer um dos casos, a infecção necessita de tratamento, para que não evolua para complicações.  As complicações associadas à otite, são infecções persistentes e repetidas, problemas na audição ou excesso de secreções no ouvido.

Tipos da doença

Basicamente, a otite é classificada em dos tipos: externa e média.


  • Externa: esse tipo de otite atinge a parte externa da orelha que, anatomicamente, é chamada de pavilhão auricular. É onde também termina o tímpano. A orelha funciona como um canal, por onde passam os sons que são direcionados para o ouvido médio.

Trata-se do tipo de otite mais fácil de curar, necessitando, geralmente, apenas de limpeza e uso de medicamentos tópicos. Esse tipo de otite é conhecida popularmente como “ouvido de nadador”.

  • Média: a porção média do ouvido é onde começa o tímpano – membrana vibratória responsável por levar os sons captados até o  cérebro.

A infecção que afeta essa estrutura do ouvido é chamada de otite média e é mais complicada de tratar do que a externa. A otite média ainda pode ser dividida em dois tipos:

  1. Congestivo (hiperêmica): ocorre o acúmulo de líquidos no ouvido, sem secreção.
  2. Supurativa(supurativa) : caracteriza-se pelo perfuração do tímpano e há a presença de secreção.

Ainda pode-se classificar a otite pelo tempo que ela dura: aguda ou crônica:

  • Aguda: dura cerca de 15 dias e costuma aparecer mais de 4 vezes no mesmo ano.
  • Crônica: dura mais de 4 semanas. Não melhora sozinha, como pode acontecer com a otite aguda, necessitando de tratamento médico, pois com o tempo a tendência é que a doença piore muito.

doutora examinando otite em bebê

Quais os Sintomas da Otite?

Os sintomas das otites, em geral, começam a se manifestar entre 2 a 7 dias após o contágio da infecção.  Os principais sintomas são:

  • Febre
  • Dores no ouvido – de leve a intensa. No caso de bebês, eles costumam puxar a cabeça devido à dor.
  • Perda de apetite
  • Irritabilidade
  • Presença de líquido com aparência amarelada, espesso ou mesmo com sangue – que sai do ouvido. Quando esse sintoma ocorre, indica que, possivelmente, o tímpano foi rompido
  • Dores de cabeça
  • Enjoos
  • Vômitos
  • Problemas para dormir

Quando a otite também apresenta acúmulo de líquidos, podem ainda aparecer sintomas como:

  • Alterações na audição
  • Sensação de pressão no ouvido
  • Zumbido
  • Tonturas
  • Problemas de equilíbrio

Quais as causas?

As otites podem ser causada por vírus ou  bactérias. Podem ser ocasionadas ainda de variadas formas.

Uma delas é são os inchaços ocasionados por gripes, resfriados ou alergias, que costumam bloquear as tubas auditivas – que são os dois canais que fazem a ligação entre as orelhas e à faringe. Assim, a ventilação do ouvido acaba ficando mais dificultosa. Esse fator deixa o ouvido mais acessíveis à infecção de vírus ou bactérias, ocasionando a doença.

O inchaço das tubas auditivas também podem acabar por bloquear que os fluidos sejam drenados. Isso impede que esse líquido seja drenado – transformando o ambiente perfeito para a proliferação de vírus e bactérias, causando assim, igualmente.

Outra maneira de contrair a doença é devido à infecção adenoide.  A adenoide se trata de um órgão linfático, fazendo parte do nosso sistema imune e que fica na parte de trás do nariz. A infecção desse órgão costuma deixar o ouvido totalmente susceptível a infeccionar-se também. Isso porque a adenoide está localizada muito perto da tuba auditiva e qualquer processo infeccioso na adenoide costuma passar para o ouvido facilmente, causando a otite.

Vale saber que as otites bacterianas costumam ser causadas pelas bactérias: Haemophilus influenzae,  Streptococcus pneumoniae (pneumococos) e Moraxella catarrhalis.

Já as otites virais (que são menos comuns) costumam ser ocasionadas pelo vírus influenza – o mesmo que causa a gripe.

Otite durante a gravidez

A otite na gravidez é uma condição que não é rara de acontecer. Isso porque durante a gestação, a mulher se encontra com a imunidade mais baixa devido ao funcionamento acelerado de seu organismo em geral, para manter a vida do bebê dentro dela.

Devido à condição da gestação, recomenda-se que a mulher procure um médico e não utilize qualquer medicamento por conta própria, pois pode prejudicar a sua gestação.

Geralmente, quando a otite é externa, simples compressas quentes no ouvido costumam resolver o problema. Já se a otite for do tipo média, a gestante possivelmente precisará usar de medicações. No entanto, apenas um médico pode indicar os remédios que uma mulher grávida pode tomar. O profissional indicará as medicações que a gestante poderá usar para curar a otite média, sem prejudicar a sua gravidez.

O que fazer caso o seu bebê sofra com Otite?

criança com os sintomas da otite

Os bebês têm a saúde ainda muito delicada e é comum que contraiam otite, principalmente nas épocas mais frias. Para as mães, torna-se difícil, geralmente, saber o que está incomodando o filho. Isso porque a criança costuma chorar muito quando, devido às dores e os incômodos que a infecção causa.

Para facilitar, se o bebê estiver alimentado, descansado e limpo e, mesmo assim, ainda chore, repare nos seus movimentos da cabeça. Os bebês, em geral, quando têm otite costumam puxar a cabeça bruscamente.

Verifique também se dentro do ouvido da criança há uma coloração avermelhada ou temperatura quente nas orelhas. Observe ainda se existem secreções estranhas saindo do canal aditivo.

De qualquer forma, não administre qualquer medicação ao seu bebê. Leve-o o quanto antes no seu pediatra ou procure um serviço de atendimento médico de emergência. Apenas um médico poderá recomendar o tratamento adequado contra a doença para o bebê – já que não são todos os remédios que ele pode tomar.

Em casa, para aliviar as dores a mãe pode fazer compressas normas com uma fraldinha, no ouvido atingido.

Tratamento caseiro

Alguns tratamentos caseiros podem ajudar a aliviar os incômodos e os sintomas. Porem, vale ressaltar que as receitas que apresentamos abaixam servem como complementos para o tratamento e não devem substituir a conduta médica.

  • Remédio caseiro para otite com casca de laranja:

Ingredientes

  • Casca de 1 laranja
  • 1 punhado de poejo
  • 1 punhado de guaco
  • 1 litro de água

Modo de Preparar

  1. Adicione todos os ingredientes na água e deixe fervendo por cerca de 10 minutos
  2. Após esse tempo, tampe a infusão por mais 10 minutos, para apurar
  3. Coe a infusão
  4. Consuma 3 xícaras do chá por dia até a doença ser curada
  • Remédio caseiro para otite com Azeite e alho

criança com otite

Ingredientes:

  • 2 fios de  azeite
  • 1 dente de alho amassado

Modo de Preparar:

  1. Amorne um dente de alho amassado com no azeite, sem deixar fritar
  2. Em seguida, umedeça um pedaço de algodão na mistura de modo que entre ela entre dentro do ouvido
  3. Tampe o ouvido com esse mesmo algodão por cerca de 20 minutos
  4. Repita o procedimento 3 vezes ao dia

Remédio para a Otite

Os remédios mais receitados pelos médicos para o tratamento da otite são:

  • Cefuroxima
  • Amoxicilina
  • Claritromicina
  • Ceftriaxona
  • Eritromicina
  • Azitromicina

Caso suspeite de estar com otite, não administre nenhuma das medicações citadas acima. Além de poder não ser a ideal para o seu caso, a automedicação pode colocar a sua saúde em risco. Procure atendimento médico antes.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *