O Que é Cobreiro? Quais os Sintomas? Melhores Pomadas e Tratamentos!

Você já ouviu falar em Cobreiro? Apesar do nome lembrar cobra, trata-se de uma infecção que nada tem a ver com esse animal. É uma doença causada pelo herpes zóster, o mesmo vírus que causa a catapora.

O cobreiro pode ser contagioso e evoluir causando problemas graves. Portanto, exige tratamento específico.

O que é Cobreiro?

Cobreiro é uma doença infecciosa, cujo termo médico é herpes zóster. É ocasiona pelo mesmo vírus que causa a catapora.

O vírus pode se manifestar novamente, geralmente na idade adulta, ocasionando bolhas avermelhadas em diversas partes do corpo. O cobreiro pode atingir, por exemplo, os braços, o peito ou mesmo o rosto da pessoa.


O cobreiro atinge apenas aquelas pessoas que já sofreram de catapora, cujo tratamento foi feito, na ocasião, com alguns tipos de medicamentos. Entre eles estão as medicações anti-virais, como o Aciclovir e medicamentos analgésicos para o alívio das dores e das feridas que a catapora traz.

Quais os Sintomas de Cobreiro?

uma mão com cobreiro

O cobreiro ocasiona desagradáveis sintomas à pessoa que se contagiou pela doença. Entre os principais deles, podemos mencionar:

  • Sensação de formigamento, queimação e dor na área afetada pela infecção
  • Coceiras intermitentes na região afetada do corpo
  • Dores de cabeça
  • Presença de febre alta, geralmente com 38 º C

Depois de 2 a 4 dias que a pessoa sofre com esses sintomas citados acima, começam a surgir os sintomas mais típicos ocasionados pela herpes zóster ativa. Isso inclui o aparecimento de bolhas vermelhas em diversas parte dos corpo. Normalmente, as bolhas costumam aparecer em apenas um lado do corpo da pessoa, devido elas acompanharem algum nervo do organismo. .Assim, as bolhas percorrem o comprimento desse nervo e formam uma espécie de caminho cheio de feridas, lesões e bolhas.

Vale saber que o  diagnóstico do cobreiro é realizado por  avaliação clínica médica. O profissional avalia os sintomas e as lesões apresentadas na pele do paciente. Caso o médico queira confirmar a suspeita do cobreiro, pode ser pedido ao paciente uma biópsia das feridas e bolhas da pele. Também pode ser efeito um exame de sangue, que acuse a presença do vírus no organismo do paciente.

Principais causas

O cobreiro tem como principal causa a reativação do vírus da varicela. Esse vírus costuma ficar inativo no gânglio da medula espinhal. Em algum momento, como uma baixa de imunidade, o vírus pode se manifestar no organismo da pessoa.

Apenas quem já sofreu de catapora pode desenvolver o cobreiro. Porém, há aqueles indivíduos que tiveram catapora assintomática, porém, apresentaram contato com o vírus, assim sendo, ele ser atingido pelo cobreiro também.

Já as pessoas que nunca tiveram catapora, ao entrarem em contato com o cobreiro, costumam manifestar a catapora tardiamente. Assim, também passam a correr o risco de desenvolver o cobreiro.

Cobreiro é contagioso?

Sim, o herpes zóster (o cobreiro) é um vírus contagioso para pessoas que nunca apresentaram catapora ou que não receberam a vacina para evitar a doença. O vírus pode voltar a se manifestar a qualquer momento. No entanto, a vacina contra a ação da  herpes zóster pode reduzi as chances da pessoa desenvolver o cobreiro.

Pode matar?

Sim, o cobreiro pode levar uma pessoa ao óbito. No entanto, a  complicação mais observada causada pelo  herpes zóster trata-se da neuralgia pós-herpética. Essa complicação ocasiona bolhas na pele e as dores podem permanecer depois de semanas ou meses da cura das lesões. Esses problemas são mais frequentes em pessoas com mais de 60 anos. As dores são bastante intensas, deixando alguns pacientes de cama, sem condições de realizar atividades cotidianas.

O cobreiro ainda pode atingir o olho. Embora seja uma complicação rara de acontecer, o problema causa a inflamação da córnea e problemas de visão. Os sintomas devem ser acompanhados e tratados por um médico oftalmologista.

Outras complicações mais raras ainda podem ser causadas pelo cobreiro. Entre elas estão: problemas de audição, pneumonia, inflamação no cérebro, cegueira, entre outros. Vale ressaltar que tais complicações são raras de acontecer e costumam atingir mais as pessoas idosas ou com o sistema imunológico muito debilitado. Se não houver tratamento, tais problemas podem levar o paciente à morte.

mão com cobreiro

Qual o tratamento para Cobreiro?

O tratamento do cobreiro, geralmente, é realizado com a administração de medicamentos anti-virais como o Aciclovir – que impede a multiplicação do vírus no organismo. O medicamento ainda ajuda a reduzir as bolhas espalhadas pelo corpo, assim como a duração e a intensidade do problema. Ainda podem ser administrados analgésicos, que aliviam as dores ocasionadas pelas bolhas na pele.

Também é importante que o paciente tome alguns precauções, como:

  • Utilização de roupas confortáveis e, de preferência, de algodão, para não irritar as bolhas da pele
  • Higienizar sempre as áreas afeitadas. Lavar os locais com água morna e sabão neutro, fazendo movimentos suaves e secando bem para evitar que as bactérias se desenvolvam
  • Aplicar apenas produtos indicados pelo médico. Não passar nenhuma outra pomada ou creme não indicados pelo médico
  • Fazer compressas frias de chá de camomila nas áreas afetadas, para o alívio das coceira

Quanto antes o tratamento do cobreiro for iniciado, mais eficaz será o prognóstico. Deve-se procurar imediatamente atendimento médico ao sinal dos primeiros sintomas e ao aparecer bolhas vermelhas pelo corpo. Como já mencionado, a falta de tratamento do cobreiro pode implicar em complicações sérias e até mesmo levar o paciente ao óbito.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *