Lábio Leporino – O que é? O que causa? Como é a cirurgia? Fotos

A fissura labiopalatal, mais conhecida como lábio leporino, nada mais é do que uma condição ocasionada pelo não fechamento de certas estruturas durante o desenvolvimento fetal. Essa condição pode ser de leve a grave, de acordo com a extensão do problema.

Então, para saber um pouco mais sobre o assunto, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber. Vamos lá?!

O que é Lábio Leporino?

Lábio leporino nada mais é do que uma abertura que ocorre no lábio, no palato ou em ambos. Essas fendas são resultado do fechamento incompleto dos lábios ou do céu da boca durante o desenvolvimento do feto no útero.

Isso porque o céu da boca e os lábios se desenvolvem separadamente no primeiro trimestre da gravidez. Tem como característica que o lado direito e o esquerdo do lábio superior não se juntam. Essa mesma situação pode acontecer no céu da boca.


Causas do Lábio Leporino

Causas da Fissura Labiopalatal

Até o momento, são bem poucas as respostas que se tem para responder quais são as causas do lábio leporino.

No entanto, é sabido que caso existam mais casos de pessoas com essa condição na família, existem uma pré-disposição genética para o desenvolvimento do problema.

Entretanto, a maioria dos casos não conta com essa herança familiar, então, a ciência procurar o que se chama de causas ambientais. Sendo assim, a causa pode ser sugerida pelo médico de acordo com a análise individualizada de casa caso.

Possíveis complicações

Se engana quem acredita que a fenda palatina e o lábio leporino afetam apenas a parte estética do bebê. Visto que pode trazer consequências relativas à alimentação, à dentição, à linguagem e até mesmo à audição em alguns casos.

Dentre as complicações mais comuns que os pais enfrentarão com um bebê sob essa condição é em relação a amamentação e a alimentação em geral.

Isso porque as crianças com lábio leporino podem apresentar uma dificuldade um pouco maior para sugar o leite materno. No entanto, essa dificuldade tende a ser mais considerável nos casos de fenda palatina, não sendo tão acentuada nos casos de lábio leporino isolado.

Tratamento de Lábio Leporino

Ainda nos primeiros meses de vida a separação dos lábios pode ser reparada através de um procedimento cirúrgico considerado simples. No entanto, a melhor idade para realizar o procedimento será determinada pela equipe médica e do pediatra através da avaliação de cada caso individualmente.

Além da cirurgia de reparação, o tratamento pode envolver fonoaudiólogo, dentista e outras especialidades em cada uma das fases do desenvolvimento, a fim de minimizar os problemas decorrentes do caso.

Vale lembrar ainda que o tratamento é considerado longo, iniciando-se logo após o nascimento e se estendendo até a fase adulta, com a realização de diversos procedimentos corretivos e estéticos durante a vida.

Sequelas

Caso não haja um tratamento adequado, essas fissuras labiais podem sim trazer graves consequências para a criança. Tais como:

  • Problemas de fala
  • Perda de audição
  • Problemas nutricionais
  • Preconceito referente à parte estética

O mais importante é lembrar sempre que é possível obter uma total reabilitação de uma criança que nasce com lábio leporino e que quanto antes a intervenção for realizada, melhores serão os resultados.

Antes e depois da cirurgia de Lábio Leporino

Antes da realização do procedimento, o lado direito do lábio se encontra separado do lado esquerdo por um corte vertical. No entanto, depois da realização do procedimento de reparação, os dois lados se unem novamente, formando o lábio fechado. Em alguns casos, depois da reparação, não é possível nem perceber sinais do problema.

Lábio Leporino Fotos

Pergunta dos leitores

Lábio Leporino é hereditário?

Não se pode dizer que o lábio leporino é um problema hereditário, no entanto, é possível afirmar que os fatores genéticos influenciam no desenvolvimento do problema.

Como é a cirurgia de Lábio Leporino?

O procedimento corretivo do lábio leporino, normalmente é feito aos 3 meses de idade se ele apresentar uma boa condição de saúde, estiver com o peso ideal e não apresentar anemia. Já no caso da fenda palatina é preciso esperar que o bebê atinja, pelo menos, os 18 meses de idade.

A cirurgia acontece com anestesia geral e tende a ser um procedimento simples. Tem duração de aproximadamente 2 horas, com apenas um dia de internação após.

A cirurgia irá fazer a junção dos dois lados do lábio e reconstituir as partes prejudicadas pelo problema, restaurando a estética e funcionalidade dos sistemas prejudicados.

Depois de ir para a casa, o médico pode sugerir que o bebê fique por um tempo com os cotovelos amarrados ao corpo com uma fralda, a fim de evitar que ele toque no locar em recuperação com mãos.

Lábio Leporino tem sintomas?

O lábio leporino pode ser leve, com apenas um entalhe pequeno. Ou então pode ser mais grave, gerando um buraco que se estende até a narina.

Os principais sintomas desse problema em bebês, além da parte estética, é a dificuldade de se alimentar. Caso o problema não seja corrigido, mais tarde podem surgir problemas na fala e também na dentição.

Além disso, dependendo do que é afetado, é comum que ao desenvolver a fala, a criança apresente um com mais nasais.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre o lábio leporino, suas causas, tratamento e como é o procedimento de reconstituição.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *