Espasmo Flatol

As cólicas causadas por gases podem gerar um verdadeiro desconforto para bebês e deixa muitas mães sem saber bem o que fazer nesse momento. Justamente por isso que existe Espasmo Flatol, que diminui as contrações intestinais diminuindo as cólicas e ainda facilita a eliminação dos gases.

Então, para saber mais sobre esse medicamento, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre ele.

Para que serve o Espasmo Flatol

Esse medicamento serve para aliviar a flatulência e os espasmos que ocorrem na musculatura lisa do trato gastrintestinal.

Como funciona o Espasmo Flatol (principio ativo)

Esse fármaco atua sobre os principais dois pontos que causam a produção de cólicas e da retenção de gases.


A substância metilbrometo de homatropina atua promovendo o relaxamento da musculatura lisa do trato gastrintestinal, conseguindo assim o alívio dos espasmos e das cólicas.

Já a dimeticona, segundo princípio ativo de Espasmo Flatol, é uma substância considerada inerte e sua atuação acontece de forma local, diretamente no intestino, onde reduz a tensão superficial das bilhas de gases que estão presentes. Com isso, reduz seu tamanho e facilita a sua passagem pelo trato gastrointestinal, tornando-a menos dolorosa.

Como usar o Espasmo Flatol (posologia)

Espasmo Flatol

Esse medicamento possui um sabor bastante agradável, o que garante que ele seja bem aceito pelas crianças e lactentes.

A recomendação é que ele seja administrado antes das refeições e que seja agitado antes da administração.

Para o público pediátrico (crianças e lactentes) a posologia recomenda a dose de 1 gota por Kg a cada 8 horas.

Sempre siga as recomendações do médico a respeito dos horários, doses e duração do tratamento.

O uso do medicamento não deve ser interrompido sem que haja conhecimento médico.

Composição

Cada mL (composto por 34 gotas) as solução de Espamos Flatol contém:

Dimeticona ………. 80 mg

Metilbrometo de homatropina ………. 2,5 mg

Veículo: metilparabeno, propilparabeno, essência de morango, corante vermelho 40, ciclamato de sódio, goma xantana, sacarina sódica, carmelose + celulose microcristalina, propilenoglicol, óleo de rícino etoxilado hidrogenado, ácido cítrico, água.

Contraindicação

Esse medicamento é contraindicado para pacientes que apresentem reação de hipersensibilidade (reação alérgica) a qualquer um dos seus componentes. Além disso, ele não deve ser utilizado nos seguintes casos:

  • Quando o paciente estiver com febre ou com a temperatura corporal elevada.
  • Condição da Síndrome de Down.
  • Pressão ocular (glaucoma)

Efeitos colaterais do Espasmo Flatol

Assim como qualquer medicamento, o uso de Espasmo Flatol pode causar o aparecimento de reações indesejáveis, tais como: retenção urinária, irritabilidade, rubor, constipação e diminuição da transpiração, da secreção lacrimal e da salivação.

Essas reações são associadas ao Metilbrometo de homatropina visto que a Dimeticona é um agente inerte e não possui associação com nenhum tipo de toxicidade conhecida.

Pode ocorrer algum tipo de taquicardia quando administrado com antiespasmódicos similares à atropina.

Sempre informe ao medico sobre o aparecimento de reações adversas decorrentes do uso desse medicamento.

Superdosagem

Caso ocorra uma supersose acidental, consulte o médico imediatamente para que os devidos procedimentos sejam adotados.

Precauções

VIsto que há uma diminuição da transpiração, pode ocorrer a prostração térmica quanto a temperatura ambiente for elevada ou quando o paciente apresentar febre.

Os lactentes tendem a ser mais sensíveis aos efeitos daqueles agentes anticolinérgicos, podendo apresentar dificuldades para respirar, colapso respiratório e falta de ar.

o Metilbrometo de homatropina nada mais é do que um derivado sintético da atropina, que possui ação anticolinérgica, resultando no relaxamento dos músculos do trato gastrintestinal, além de que promove a diminuição da transpiração e das secreções salivar e lacrima, podendo ocasionar xerostomia.

Interação do Espasmo Flatol com outros remédios

Ocorre uma intensificação da atropina, bem como de outros medicamentos também de efeito anticolinérgico quando ocorre a administração concomitante com outros fármacos que possuam propriedades anticolinérgicas, tais como:

  • Fenotiazinas
  • Alguns anti-histamínicos
  • Amantadina
  • Butirofenonas
  • Antidepressivos tricíclicos

Armazenamento

Espasmo Flatol deve ser armazenado em temperatura ambiente, entre 15º e 30ºC, ao abrigo de luz e umidade.

O prazo de validade, número de lote e data de fabricação podem se encontrados na embalagem do produto.

Mantenha o medicamento sempre em sua embalagem original e nunca use-o se estiver com o prazo de validade vencido.

Todo e qualquer medicamento deve ser mantido fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Espasmo Flatol Preço

A embalagem com 1 frasco gotejador de 20 mL de Espasmo Flatol pode ser encontrada na internet por valores entre R$ 7 e R$ 20 reais e ele é isento da apresentação de receita médica.

Espasmo Flatol Genérico

Para encontrar o genérico desse medicamento, basta ir até a farmácia e solicitar ao farmacêutico pelos princípios ativos desse medicamento, que são:  Dimeticona + Metilbrometo de Homatropina, sempre conferindo se a concentração corresponde ao medicamento referência.

Pergunta dos leitores

Espasmo Flatol é bom para cólica?

Sim, desde que as cólicas sejam causadas pelo acúmulo de gases no trato gastrointestinal.

Espasmo Flatol é indicado para gases?

Sim, uma das ações desse medicamento é a diminuição dos gases, permitindo que sejam eliminados com maior facilidade.

Espasmo Flatol da sono no bebê?

Essa não é umas das reações adversas descritas na bula desse medicamento. No entanto, caso o uso de Espasmo Flatol cause sonolência, suspenda o tratamento e converse com o médico.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *