Como Baixar Febre em Bebê? Veja os Melhores Métodos Caseiros!

Saber que o filho está doente é uma das piores notícias que os pais podem receber. No entanto, é preciso se mobilizar para enfrentar o problema e ficar atento aos sintomas para evitar algo pior. Um desses sintomas que devem ser observados de perto é a febre em bebê.

Isso porque eles são mais sensíveis e uma febre alta pode se muito mais prejudicial do que para um adulto. Então, para saber um pouco mais sobre esse assunto, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber a febre em bebê. Vamos lá?!

Por que ocorre a febre em bebê?

Quando uma criança tem uma temperatura corporal acima de 37º já é um sinal febril. O princípio de diversas infecções infantis podem levar os pequenos a temperaturas de até 40º. Já em adultos o estado febril tende a ser normalmente mais baixo.

Justamente por isso é que é comum ficar preocupado quando se nota uma febre em bebê. No entanto, tal como em adultos, a febre não é o problema em si e sim o sintoma dele.


A temperatura corporal é um indicador de saúde. Sendo assim, os medicamentos que combatem a febre estão normalmente associados com a doença que a causa.

Sempre que a febre em bebê for causada por uma infecção, por exemplo, deverá ser feito uso de antibióticos. Quando a febre for decorrente de um problema vital, o uso de antibióticos não é eficaz. Então, o médio pode recomendar o uso de antipiréticos.

Vale lembrar sempre que qualquer medicamento só deve ser administrado com devida prescrição médica. Isso principalmente em casos de febre em bebê.

Segundo os especialistas, os motivos mais comuns de febre em bebê são os seguintes:

  • Recuperação após vacinação
  • Resfriado forte
  • Inflamação da garganta
  • Gripe
  • Infecção do ouvido
  • Doenças respiratórias, tais como asma, pneumonia, sinusite, bronquite e outras
  • Infecções urinárias
  • Infecções virais

um médico medindo a temperatura em bebe

Como medir a febre?

Por muitas vezes, colocar o lábio ou a mão na testa da criança já é suficiente para perceber a mudança na temperatura corporal do mesmo. No entanto, esse método tátil caseiro não e preciso e não oferece informações precisas. Apenas pode-se constatar um quadro de febre.

Sendo assim, é fundamental  o uso de um termômetro para isso. Com ele, existem 3 formas básicas de verificação da febre.

Uma delas é a medição oral, ou seja, que se realiza pela boca. A segunda opção é a retal e a terceira é a clássica feita pela axila. Em cada uma delas é preciso ficar atento caso os números superem os seguintes valores:

  • Oral (embaixo da língua): entre 37,5 ºC
  • Retal (pelo ânus): 38ºC
  • Na axila: 37,2ºC

Caso ocorra uma temperatura muito elevada, não significa que a criança está muito doente. Muitas vezes, a gripe ou uma infecção pode fazer com que a temperatura vá de 38ºC para 40ºC.

Vale lembrar ainda que nos recém-nascidos com quadro de infecção, existe a possibilidade de que a febre não apareça.

Como abaixar a febre em bebê?

Primeiramente, a fim de evitar um resfriado, o corpo do bebê deve ser mantido coberto. Em casos de febre em bebê muito elevadas, pode-se realizar a aplicação de compressas frias na testa.

No entanto, o mais importante é o acompanhamento da temperatura com o termômetro. Isso deve ser feito por, pelo menos, 48h com intervalos e 1 em 1 hora.

É fundamental ficar atento aos casos de febre em bebê que tenha menos de 3 meses de idade. Isso vale especialmente quando a febre vem acompanhada de irritabilidade e choro persistente, estando acima de 37,5ºC.

Se isso acontecer, consulte o pediatra da criança com urgência. Doenças graves como pneumonia ou meningite tem mais agilidade de cura quando diagnosticadas de forma precoce.

Remédio caseiro para a febre em bebê

Normalmente em casos de febre em bebê não é recomendada a administração de nenhum remédio caseiro por via oral. Isso vale especialmente para aqueles que estão em fase de aleitamento exclusivo.

No entanto, existem técnicas caseiras que podem ajudar a controlar o problema e diminuir o desconforto. Isso porque a febre em bebê pode deixa-lo sonolento e apático, entre outros.

Então, veja o que você pode fazer em casa:

  • Faça compressas usando água levemente morna. Aplique a compressa nos pulsos, testa e também na panturrilha do bebê.
  • Banhe o bebê com água que esteja com temperatura de 2ºC a menos do que a temperatura corporal do mesmo. Isso irá refresca-lo lentamente. O banho nunca deve exceder os 15 minutos.
  • Use uma esponja molhada em água morna para umedecer o corpo do bebê.
  • O vinagre também pode ser um aliado nesses momentos. Você pode acrescentá-lo nas compressas e também no banho de imersão.

Lembre-se ainda que é importante deixar a criança suar. Esse é um mecanismo do organismo para diminuir a temperatura interna. Faça isso fora de correntes de ar e depois de um bom banho.

Como saber se a febre é grave?

mulher medindo a febre em bebê

Mais relevante do que a temperatura por si só é o comportamento que a criança apresenta. Caso tenha uma febre de até 38º mas esteja ativa, se alimentando bem brincando, não existe motivo para alarde. Já uma criança com 37,8ºC de febre mas que chora muito ou parece apática pode ser um sinal maior de alerta.

Sendo assim, a gravidade está sempre ligada ao estado geral da criança e não somente na temperatura do termômetro que indica febre no bebê.

Quando buscar ajuda médica?

Como foi dito no tópico anterior, a necessidade de procurar ajuda médica está muito mas ligada ao estado da criança do que aos números do termômetro em si.

Então, procure o médico sempre que o bebê passar a agir de forma diferente, chorar mais do que o normal ou se estiver mais prado que o de sempre.

Caso a criança tenha menos de 3 meses de idade e a temperatura superior a 37,8ºC a dica é tirar um pouco de agasalho, esperar uns 30 minutos e medir novamente a temperatura. Se ela continuar mostrando os mesmos números, procure um atendimento médico o quanto antes.

Já nos casos de febre em bebê de menos de 1 mês de idade, o médico deve ser procurado imediatamente. É importante que haja uma avaliação profissional. Provavelmente serão solicitados exames para descartar a hipótese de infecção por bactérias.

No caso febre em bebê com mais de 3 meses de idade, mantenha a observação por 48h. Caso ela não ceda depois disso, procure o médico. No entanto, se o bebê apresentar um quadro de prostração, o pediatra deve ser procurado imediatamente. Isso também vale para quando há dificuldade respiratória ou perda de apetite.

No caso de febres acima de 39ºC o mais indicado é procurar o pediatra antes mesmo das 48 horas.

Pergunta dos leitores

Quantos graus já é considerado febre em bebê?

De uma forma geral, uma temperatura acima de 37ºC já é considerada febre em bebê quando medida de baixo do braço.

No entanto, em algumas crianças podem apresentar uma temperatura corporal de base mais alta. Assim,  termômetro pode indicar algo como 37,5ºC sem que haja nada de errado.

Justamente por isso é que os médicos só consideram um quadro de febre mesmo quando a temperatura indicada é superior aos 37,5ºC. Já para alguns profissionais só é considerado febre acima de 37,8ºC. Antes disso, o que se tem é um quadro febril ou uma febrícula.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre febre em bebê, como agir, o que fazer nesses casos e como cuidar da criança nessa condição. Aproveite essas informações e não tenha mais dúvidas!

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *