Chás Abortivos – Descubra os Principais Chás Que Abortam MESMO!

O aborto é a interrupção de uma gestação. O aborto pode ser provocado ou causado naturalmente. Quando não se deseja uma gestação, algumas mulheres recorrem a chás abortivos para interromper a gravidez.

O que são chás abortivos

Chás abortivos são infusões de agentes que provocam a interrupção da gestação. A maioria desses chás abortivos são feitos à base de ervas.

Geralmente, eles causam contrações no útero, que expulsam o feto.

Chás abortivos

Algumas ervas podem resultar em aborto se tomadas por mulheres grávidas. Se você deseja a gravidez deve evitar tomá-los pois há risco de abortamento. Vale ressaltar que tais ervas podem ou não resultar em um aborto – as consequências são imprevisíveis.


Os ingredientes mais conhecidos que podem provocar um aborto na gestante são  a buchinha-do-norte, a arruda, a quina-quina, a aroeira e a agoniada. A infusão dessas ervas provocariam contrações no útero, que resultam na expulsão do feto.

Outra substância bastante usada que provocaria um aborto é o chá de boldo chileno – que é comercializado livremente no mercado para tratar problemas no sistema digestivo. No entanto, se a mulher não quer provocar um aborto, não deve usá-lo, pois ele pode causar contrações no útero.

Outros chás  que podem levar a interrupção da gravidez são:

um chá de canela

  •  Canela
  • Aloe Vera (babosa)
  • Artemísia (losna)
  • Arnica
  • Beldroega
  • Azedaraque
  • Carque
  • Catuaba
  • Copaíba
  • Cipó-mil-homens
  • Cravo dos Jardins
  • Confrei
  • Erva-de-bicho
  • Erva-andorinha
  • Erva-de-santa-maria
  • Erva-de-macaé
  • Espirradeira
  • Erva-grossa
  • Hera
  • Jaborandi
  • Ipê
  • Jarrinha
  • Lágrima-de-nossa-senhora
  • Jurubeba
  • Mirra
  • Mata-pasto
  • Pinhão-paraguaio ou Pinhão-de-purga
  • Peônia
  • Romã
  • Pessegueiro
  • Trombeta
  • Ruibarbo

Efeitos colaterais dos chás abortivos

Os chás abortivos usados por mulheres que estão grávidas podem trazer diversos efeitos colaterais. O maior perigo de fazer o  uso de chás abortivos, além de não ocasionar a expulsão do feto, é resultar na má formação do bebê. Além disso, a mulher pode sofrer dificuldades de amamentar.

Tomar chás abortivos também podem intoxicar a mulher, que deve buscar atendimento médico urgente. O aborto, nesses casos, pode não acontecer e ainda o feto sofrer os efeitos tóxicos dessas infusões, causando efeitos colaterais como má formação, nascimento fora do peso, parto pré-maturo, entre outras complicações indesejáveis.

Outro efeito colateral, que normalmente, esses chás abortivos causam, é a elevação da pressão nas artérias. Com isso o útero pode sofrer contrações que expulsam o feto. Porém, tais contrações podem ser insuficientes e não provocar o aborto, mas fazer mal ao feto e a gestante, como fortes dores uterinas.

Mais um efeito colateral, muito perigoso, é que eles podem causar hemorragia. Tais hemorragias podem requerer atendimento médico emergencial à mulher e pode, inclusive, levar a gestante à morte por sangramento intenso.

Para quem são destinados

Os chás abortivos são usados por mulheres grávidas que não desejam a gestação. Essas infusões costumam causar contrações uterinas, expulsando o feto.

Onde comprar chás abortivos

Alguns chás abortivos são possíveis de serem comprados no mercado normalmente, pois, em geral, eles tem outras indicações. Essas substâncias também não tem comprovação científica de que causam aborto. Portanto podem ser encontradas, geralmente, em lojas especializadas em ervas.

A buchinha-do-norte e a agoniada, por terem um efeito grande na ocorrência de contrações uterinas quando consumidas em forma de infusão, são mais difíceis de serem encontradas. Normalmente, podem ser compradas em alguns estabelecimentos que trabalham com produtos vindos do norte.

A bichinha-do-norte tem como indicação principal a cura de sinusites, onde a pessoa inala o vapor da infusão da erva.

Quanto tomar

Como esses chás  não possuem comprovação científica de abortamento nem indicações médicas, não há como recomendar quando tomar a infusão. Porém, popularmente, esses chás parecem funcionar apenas se tomados durante as primeiras semanas de gestação.

mulher gravida tomando um dos Chás Abortivos

Pergunta dos leitores

Quais são as chás abortivos fortes?

A buchinha-do-norte e a agoniada parecem ser o chás abortivos mais fortes. Eles costumas causar intensas contrações no útero quando ingeridos pela gestante. Entretanto o uso deles causam riscos, principalmente, de hemorragia uterina – que pode causar problemas à gestante e ao feto. Há casos que o uso desses chás causaram a morte de mulheres por hemorragia.

Estes chás abortam mesmo?

Não há comprovação científica que esses chás provocam realmente o aborto. Tudo depende da quantidade ingerida, quando ele foi tomado e como o organismo da gestante reagiu à infusão.

Chás abortivos abortam rápido?

Depende, como não há indicação médica para abortar com chás, os efeitos são imprevisíveis. A mulher pode ter contrações uterinas e, em consequência, o aborto, horas depois de ingerir ou chá ou mesmo demorar dias para abortar o feto.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *