Calendário Gestacional Semana a Semana – Saiba Como Fazer Um!

Quando alguém pergunta para uma grávida quanto tempo de gestação ela tem, é normal ela dizer que está de 2 meses, 5 meses, 9 meses, etc. Ou seja, a gente costuma contar a gestação em meses. Mas a forma mais usada pelos médicos não é essa. Eles contam a gravidez em semanas. Isso facilita na hora de saber se o desenvolvimento do feto está conforme o esperado. Depois que conhecemos a forma usada pelos médicos, percebemos que fica ainda mais fácil do que a contagem por meses. Por este motivo, vamos falar sobre o Calendário Gestacional

Como entender o calendário gestacional?

O calendário gestacional começa a ser contado a partir da data da última menstrual. Isso mesmo! Antes do início da gestação. Acontece que não há como saber a data exata da fecundação. No entanto, a contagem de semanas começa a ser feito a partir da 4º semana, pois as 3 primeiras são consideradas como o mês zero. Sendo que a 1º semana é referente ao período menstrual, as semanas 2 e 3 são o momento que ocorre a fecundação e a chegada do zigoto até o útero.

Como fazer o calendário?

Contamos a gravidez a partir da data da última menstruação (DUM). Sendo assim, a partir da relação sexual e da fecundação, conta-se 2 semanas. Após as 2 semanas, a mulher já pode notar o atraso na menstruação. Se ela identificar, nessa fase, que está grávida, então já estará com mais de 4 semanas de gestação.

Os batimentos cardíacos podem ser ouvidos a partir de 6/7 semanas. Ao fim de 14 semanas, tem início o segundo trimestre. O terceiro trimestre tem início após 27 semanas. Ao todo, uma gravidez dura em torno de 9 meses, ou 40 semanas, ou ainda 10 meses lunares, que correspondem a 4 semanas, equivalendo a aproximadamente 9 meses.


um Calendário marcado

Calendário gestacional semana a semana

Veja abaixo como funciona a conversão de meses em semanas de gestação, e como contar até o 9º mês , ou 40º semana.

  • 1º Trimestre

– 1º mês vai da 4º até a 7º semana.

– 2º mês vai da 8º até a 11º semana.

– 3º mês vai da 12º até a 15° semana.

  • 2º Trimestre

– 4º mês vai da 16º até a 19º semana.

– 5º mês vai da 20º até a 23º semana.

– 6º mês vai da 24º até a 27º semana.

  • 3º Trimestre

– 7º mês vai da 28º até a 31º semana.

– 8º mês vai da 32º até a 36º semana.

– 9º mês vai da 37º até a 40º semana.

Calendário gestacional dos médicos

Há várias formas de contarmos a gravidez. No entanto, a maneira mais utilizada pelos médicos é a contagem em semanas. Dessa forma, é mais fácil entender o estágio exato da gestação e como anda o desenvolvimento embrionário. Se ele está acontecendo da maneira correta.

A ideia não é confundir a cabeça de ninguém. Acontece que, durante uma gestação, acontecem muitas transformações no corpo da mulher e do feto também. Se a contagem fosse feita em meses, os médicos não saberiam, com tanta exatidão, quais as mudanças que acontecendo. Por exemplo: o embrião já torna-se visível a partir da 5º semana de gestação, na 6º semana, os olhos surgem, e feto começa a se movimentar na 7º semana.

Calculadora gestacional online

um Calendário Gestacional

Em alguns sites, podemos encontrar calculadoras gestacionais online gratuitas. Além de informarem a quantidade de semanas, elas ainda informam a data provável do parto também. Veja abaixo:

  • – Calculadora Fácil

Pergunta dos leitores

E se eu não lembrar da última vez que menstruei?

Se a mulher não se lembrar a data da sua última menstruação, seja por ter um ciclo menstrual irregular, ou outro motivo qualquer, elas irão descobrir que estão grávidas somente após várias semanas. Nesse esse tipo de situação, a mulher pode fazer uma ultrassonografia transvaginal. Essa seria a forma usada pelo médico para estimar o tempo da gravidez.

Quando realizado no primeiro trimestre, esse exame tem uma boa exatidão. A partir da 5º semana, o embrião já poderá ser visibilizado e identificado pelo ultrassom. Até mesmo em mulheres que sabem a data da sua última menstruação, têm o cálculo da idade gestacional feito através da ultrassonografia fetal, pois a exatidão do cálculo do exame é mais confiável do que a data da última vez que a mulher menstruou.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *