O Que é Anisocitose? Quais os Tipos? Quais os Sintomas? É Grave?

O organismo humano está suscetível a uma grande variedade de deficiências que podem ser causadas pelas mais variadas causas. Uma dessas deficiências, que acontece comumente em gestantes, é a Anisocitose., sobre a qual falaremos a seguir.

Então, para saber um pouco mais sobre essa condição, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Vamos lá?!

O que é Anisocitose?

Anisocitose nada mais é do que um termo em medicina que serve para denominar a irregularidade no tamanho de algumas células, especialmente aquelas presentes nos glóbulos vermelhos do sangue.

A origem da palavra vem do grego. Assim, anísos quer dizer “desigual”, enquanto kytos significa “célula” e ose significa “aumento”.


Já a expressão anisocitose eritrocitária é referente à diferença de tamanho que nas hemácias ou eritrócitos. Esses também são conhecidos como glóbulos vermelhos do sangue.

Existe ainda a sigla RDW, de Red Cell Distribution Width. Isso representa como está a distribuição das superfícies de eritrócitos. Ela é o índice que serve para indicar a diferença de tamanho entre os glóbulos vermelhor.

Com isso, é possível determinar se a anemia é ferropriva ou se é talassemia. Isso porque a talassemia apesenta valores de RDW normais. Já a ferropriva tem esse valor normalmente alterado.

Os valores de referência para o índice RDW é de 11,5% – 14,5%. Pode ocorrer uma alteração desses valores pelo uso abusivo de álcool, anemia hemolítica, anemia pela deficiência de ácido fólico, anemia ferropriva, anemia falciforme, anemia perniciosa, bem como por causa do uso de uma substância química chamada eritropoietina.

mulher com dores de cabeça por conta da anisocitose

Quais as causas?

Primeiramente, antes de se iniciar um tratamento para anisocitose, é preciso identificar a causa. Caso haja alguma alteração nos exames de sangue, eu indiquem um quadro de anisocitose, somente o médico é que poderá identificar as causas desse problema, bem como estabelecer um tratamento adequado.

O fato é que a anisocitose é um quadro que pode ser decorrente de vários fatores. Alguns tipos de anemia, por exemplo, bem como de deficiências vitamínicas no organismo e também câncer.

Caso a anisocitose seja causada por uma baixa concentração de hemácias, pode levar ao surgimento de problemas cardíacos. Isso porque caso não hajam hemácias suficientes para fazer o transporte da hemoglobina o coação irá trabalhar mais. Com essa sobrecarga, podem ocorrer aumento no tamanho do coração, arritmia, sopro e até mesmo insuficiência.

O ferro e as vitaminas A e B12 são de extrema importância para o bom funcionamento do organismo. Com elas o corpo pode funcionar adequadamente visto que são elas que ajudam a produzir hemácias e os glóbulos vermelhos. Na falta dessas vitaminas importantes, pode ocorrer um quaro de anisocitose.

Quando for detectada a presença de um quadro de anisocitose, é fundamental analisar de forma detalhada as alterações encontradas no sangue. Assim, também é possível classifica-la em discreta, moderada ou acentuada. Com isso, é possível iniciar o tratamento mais adequado.

Sintomas da Anisocitose?

A anisocitose por si só não é um problema e sim um fator que indica que há alguma condição inadequada no organismo. Por isso, não é ela que é tratada diretamente e sim o problema que a causa.

Pode-se dizer então que a anisocitose, na verdade, é um sintoma de outras patologias. Dessa as forma, os sintomas poderão ser diferentes, de acordo com a condição inicial.

Mesmo assim, existem alguns sintomas que podem indicar que há um desequilíbrio no que diz respeito ao sangue. Conheça esses sintomas logo a seguir e, se nota-los, converse imediatamente com o médico a fim de avaliar o quadro:

  • Dores de cabeça
  • Tontura
  • Dores no peito
  • Dificuldade de respirar
  • Fadiga
  • Sensação de frio
  • Arritmia
  • Falta de apetite
  • Perda de memória
  • Dor muscular

Quando a anisocitose acontece por causa de uma anemia, é sinal de que existe um problema nas hemácias. São elas as responsáveis por transportar oxigênio no sangue. Quando ocorre qualquer alteração, esse transporte fica comprometido. Por isso ocorre, especialmente, problemas de vertigem, tonturas, dores de cabeça e etc.

Tipos

A pode ser representa por três diferentes graus de gravidada. Veja logo a seguir quais são eles e como são caracterizados:

Discreta

A discreta é quando a alteração que ocorre no tamanho dos glóbulos fica dentro de uma margem de 25% de sua concentração. Esse caso é representado por um “+”, ou seja, como anisocitose +.

Moderada

Já a moderada, por sua vez, é representada com “++”, ou seja, anisocitose ++. Ela acontece quando o conteúdo das células sanguíneas apresentam uma alteração de 50%.

Acentuada

Já a acentuada, que é representada por “+++” acontece quando a contagem de células sanguíneas que apresenta alteração é maior do que a contagem de células saudáveis, considerando um valor de 75%.

Quando ocorrem manifestações clínicas gaves, a anisocitose é marcada por “++++”. Nesse caso, há uma substituição sanguínea completa das células normais por essas eu apresentam modificação. No entanto, casos com essa intensidade são bastante raros.

Tratamento para Anisocitose

vista microscópica da Anisocitose

Como já foi dito anteriormente, ela é a decorrência de uma condição inicial. Isso quer dizer que ela não é a doença em si e sim um sintoma de um problema maior.

Sendo assim, o tratamento irá variar de acordo com o problema que está causando a anisocitose. No entanto, as formas mais comuns de tratamento desse problema são as seguintes:

  • Mudança alimentar com maior quantidade de alimentos ricos em ferro
  • Uso e aplicação de penicilina
  • Uso de medicamentos que ajudam a recuperar as vitaminas e o ferro do organismo
  • Transfusão sanguínea
  • Transplante de medula

No entanto, vale ressaltar que somente um médico especializado pode determinar o tratamento mais adequado com base em exames específicos e um diagnóstico preciso.

Anisocitose tem cura?

Como já foi dito, tudo depende da intensidade e da condição causadora da anisocitose. No entanto, o prognóstico é bastante favorável.

Pergunta de leitores

Anisocitose é câncer?

Não, a anisocitose não é um câncer. No entanto, existe uma grande possibilidade de que pacientes com câncer desenvolvam um quadro de anemia. Por isso é que ambos se relacionam.

Anisocitose discreta é grave?

Como você já deve imaginar, a anisocitose discreta é a forma menos grave do problema. Ela pode facilmente ser tratada através de uma mudança alimentar e uma recuperação de vitaminas necessárias e ferro.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre anisocitose, suas causas, tratamento e prognóstico.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *